InícioPortalCalendárioFAQRegistrar-seConectar-se
Buscar
 
 

Resultados por:
 
Rechercher Busca avançada
Últimos assuntos
» Onde e Aonde
Qua Jul 06, 2011 7:17 am por Edvaldo Feitosa

» VENTO
Qua Abr 27, 2011 5:46 am por Odir, de passagem

» Quadra - Parabéns São Paulo
Ter Fev 08, 2011 2:28 am por Vilma Piva

» OUTONO - I - II - III
Ter Jan 25, 2011 2:55 pm por Vilma Piva

» FUGA / SOLIDÃO
Ter Jan 25, 2011 2:46 pm por Vilma Piva

» Folhas I
Dom Jan 23, 2011 9:38 am por Marli Franco

» Ausência
Dom Jan 23, 2011 9:35 am por Marli Franco

» DEUS NASCEU NO EXÍLIO
Sab Jan 01, 2011 5:21 pm por Vilma Piva

» COMIDAS DE ANO NOVO
Seg Dez 27, 2010 3:01 am por Vilma Piva

Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar
Fórum
Parceiros

Compartilhe | 
 

 A discriminação políitico-ideológica

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Damião Cavalcanti
Amigo Bronze
Amigo Bronze
avatar

Data de inscrição : 03/07/2009
Localização : JOÃO PESSOA - PARAÍBA

MensagemAssunto: A discriminação políitico-ideológica   Sab Set 11, 2010 4:50 am


A discriminação político-ideológica

A ideologia é, por definição, um conjunto de ideias e valores, relativos à organização e ao funcionamento da sociedade, tendo a finalidade de orientar o trato com as coisas políticas e coletivas, mas que , no fundo, é movida por interesses de um grupo social. Há quem tema tanto a ideologia que chega a inventar o seu fim. Sobretudo quando ela exerce orientação imperativa sobre indivíduos, como um preceito dogmático, acima de todos os outros valores; crença política, que radicaliza o comportamento de não permitir que se pronuncie qualquer ideia divergente. É racional que alguém, contente com seu “status quo”, verbalize seu desejo: “Ideologia não existe mais”. Tal afirmação não deixa de ser, logicamente, ideológica. Posto que a ideologia incomoda e ameaça a possuir mais adeptos; a adesão a faz crescer, propagar-se, o que é, junto aos interesses, sua mola.

A discriminação é, por definição, a formação de dois grupos antagônicos, quando, na realidade, pode existir neles até igualdade, o desejável. Porém, forma-se uma caracterizada separação maniqueísta: de um lado, um “eu coletivo” (ego collectivus) e, consequentemente, no outro lado, um “ outro coletivo” (alter collectivus). Por exemplo, os nazistas fizeram dos arianos seu “eu coletivo”, opondo-o aos judeus , “o outro coletivo”; os machistas fazem dos homens o seu “eu coletivo”, discriminando as mulheres, seu respectivo “outro coletivo”. E assim acontece quanto às raças, às religiões, às ideologias e quanto aos partidos políticos.

Tenho visto, na internet, nos horários políticos, na mídia, a discriminação sendo reacendida em relação a posicionamentos políticos-ideológicos de alguns candidatos, especialmente sobre atitudes assumidas em remoto passado da vida política do nosso país. Triste discurso. Assisti a filmes idênticos a tudo isso no período de repressão. Ora, ser honestamente adepto de algum partido não é, em si, conduta condenável. Pelo contrário, a diversidade política torna mais rica a democracia. Enfim, é de se presumir que todos os cidadãos desejem o bem da sua sociedade. Mas, qual é o caminho para se chegar, econômica e politicamente, ao bem da sociedade? Para isto, as propostas, os caminhos são diversos. Daí, a disputa sobre qual caminho melhor para se conseguir este objetivo, o que deveriam ser politicamente os partidos, com ideologia e programas definidos. Mesmo que se constate a contraditória incoerência de candidatos, mudando de partido, segundo sua conveniência, alheios à ideologia de todos os partidos, desde que lucrem alguma coisa em cada um deles.
Damião Ramos Cavalcanti
www.drc.recantodasletras.com.br


Voltar ao Topo Ir em baixo
Vilma Piva
Amigo Diamante
Amigo Diamante
avatar

Data de inscrição : 02/07/2009
Localização : Araras - SP

MensagemAssunto: Re: A discriminação políitico-ideológica   Seg Set 13, 2010 5:57 am

Damião, querido poeta/Cronista

Ler sua crônica é simplesmente se sentir enriquecida
com sua visão ampliada por esse tema tão complexo.
Há os dois lados da mesma moeda, sim, ...Mudanças seria normal
se candidatos não mudassem de partido como se trocassem de camisa
só levar algo a mais por isso... Tomara que os eleitores estejam alertas
nas proximas eleições.
Bravissimooooooooo!!

Beijos,
Vilma


Voltar ao Topo Ir em baixo
 
A discriminação políitico-ideológica
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
ESPAÇO CULTURAL PARA OS AMANTES DA POESIA  :: VARANDA POÉTICA :: SALA DA PALAVRA :: Crônicas-
Ir para: