InícioPortalCalendárioFAQRegistrar-seConectar-se
Buscar
 
 

Resultados por:
 
Rechercher Busca avançada
Últimos assuntos
» Onde e Aonde
Qua Jul 06, 2011 7:17 am por Edvaldo Feitosa

» VENTO
Qua Abr 27, 2011 5:46 am por Odir, de passagem

» Quadra - Parabéns São Paulo
Ter Fev 08, 2011 2:28 am por Vilma Piva

» OUTONO - I - II - III
Ter Jan 25, 2011 2:55 pm por Vilma Piva

» FUGA / SOLIDÃO
Ter Jan 25, 2011 2:46 pm por Vilma Piva

» Folhas I
Dom Jan 23, 2011 9:38 am por Marli Franco

» Ausência
Dom Jan 23, 2011 9:35 am por Marli Franco

» DEUS NASCEU NO EXÍLIO
Sab Jan 01, 2011 5:21 pm por Vilma Piva

» COMIDAS DE ANO NOVO
Seg Dez 27, 2010 3:01 am por Vilma Piva

Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar
Fórum
Parceiros

Compartilhe | 
 

 O ADESIVO

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Damião Cavalcanti
Amigo Bronze
Amigo Bronze
avatar

Data de inscrição : 03/07/2009
Localização : JOÃO PESSOA - PARAÍBA

MensagemAssunto: O ADESIVO   Qua Nov 17, 2010 2:00 pm

Damião Ramos Cavalcanti

O Adesivo


Andam pela cidade muitos carros à moda do jipe Wills, carregando ostensivamente o estepe na traseira. Sempre achei que o “Jeep” americano colocava o pneu de reserva no lado de fora por falta de espaço, o que não sucede com esses novos veículos de luxo, espaçosos. Diferentemente dos antigos jipes, vestem o pneu com luxuosa capa de couro ou de napa. Nessas capas, “adesivam” sempre uma marca ou algum impresso ilustrativo: puma, leão, macaco, conjunto musical, slogans, propaganda, etc. Estando atrás de dois desses carros, observei que ambos estavam com retratos da Mãe de Deus nos pneus de reserva. Perguntei ao motorista Rodrigo se aqueles dois proprietários colocariam naqueles estepes a fotografia da mãe deles. Respondeu-me: “- Não, doutor! Retrato da mãe deles? Só em casa, em lugar de respeito...” Justifiquei a mim mesmo: Talvez creiam que a mãe deles não proteja o carro como aquela foto sagrada, mesmo no pneu, de chuva a sol, servindo também de para-choque.

Continuei a pensar em tudo que se prega no carro, também sobre o mais usual: o adesivo. Há vários tipos de adesivo: os de parede; os decorativos; os de equipamentos eletrônicos; os publicitários e os chamados emplástricos, como esparadrapo, que servem à saúde, colados na pele, contra vício de fumar, contra exagerado apetite em caso de dieta e também o adesivo anticoncepcional para se evitar gravidez indesejada. Mas, volto ao do carro, usado no período de campanha eleitoral que, em caso de vitória, é supervalorizado também fora deste período.

Existem profissões que, por conveniência, para mostrar neutralidade, como magistrados, peremptoriamente, recusam o uso de adesivo partidário. Sucedem a estes os que se negam usá-lo por amor ao carro: “Já riscaram meu carro por isso...” Enfim, escutam-se até razões legais, no corredor de “adesivagem”: “O voto é secreto!” Ao contrário destes prudentes, há os que fazem questão de tornar pública sua opção, inclusive cobrindo o para-brisa com dezenas do mesmo adesivo ou todo o automóvel com um adesivo do tamanho de um lençol. Logo após a contagem dos votos, a maioria dos adeptos do candidato perdedor arranca rapidamente os adesivos, poucos esperam para retirá-los na lavagem do carro, raros são os que persistem “adesivados”, não desistindo de torcer e alguns expertos chegam a trocar de adesivo. Objetivamente, por princípio, estes adesivos valeriam apenas durante a campanha. Porém, terminada a eleição, muitos os preservam, por longo tempo, como certificado de participantes da campanha e na esperança de que o candidato vitorioso saiba que ele é um dos seus “decisivos” eleitores, desejando ser contemplado pelo eleito, graças ao adesivo compensador, então vantajoso acessório do seu carro. Nessa hilar comédia, parodio Fellini: “E la nave va”...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Vilma Piva
Amigo Diamante
Amigo Diamante
avatar

Data de inscrição : 02/07/2009
Localização : Araras - SP

MensagemAssunto: Re: O ADESIVO   Qui Nov 18, 2010 4:39 am

Damião querido Poeta,

A adesivagem tem andado de vento em pôpa, aliás esse negócio tem faturado bem e com jeito bem promissor. Sua crônica pinçou um fato bem verdadeiro, igualzinho o que tenho visto na minha cidade: colocar, tirar ou trocar de adesivos segundo interesses parece até que virou uma rotina, creio que isso já se alastrou do Oiapoque ao Chui.
Parabéns pelo tema abordado ampliando a visão do leitor para esse fato.
Bravosss!!

Beijos lindos,
Vilma
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
O ADESIVO
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Kits do Mercenario

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
ESPAÇO CULTURAL PARA OS AMANTES DA POESIA  :: VARANDA POÉTICA :: SALA DA PALAVRA :: Crônicas-
Ir para: