InícioPortalCalendárioFAQRegistrar-seConectar-se
Buscar
 
 

Resultados por:
 
Rechercher Busca avançada
Últimos assuntos
» Onde e Aonde
Qua Jul 06, 2011 7:17 am por Edvaldo Feitosa

» VENTO
Qua Abr 27, 2011 5:46 am por Odir, de passagem

» Quadra - Parabéns São Paulo
Ter Fev 08, 2011 2:28 am por Vilma Piva

» OUTONO - I - II - III
Ter Jan 25, 2011 2:55 pm por Vilma Piva

» FUGA / SOLIDÃO
Ter Jan 25, 2011 2:46 pm por Vilma Piva

» Folhas I
Dom Jan 23, 2011 9:38 am por Marli Franco

» Ausência
Dom Jan 23, 2011 9:35 am por Marli Franco

» DEUS NASCEU NO EXÍLIO
Sab Jan 01, 2011 5:21 pm por Vilma Piva

» COMIDAS DE ANO NOVO
Seg Dez 27, 2010 3:01 am por Vilma Piva

Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar
Fórum
Parceiros

Compartilhe | 
 

 A SECA É SOAR DE SINO NO CAMPANÁRIO DA MORTE - CORDEL

Ir em baixo 
AutorMensagem
Odir, de passagem
Amigo Prata
Amigo Prata
avatar

Data de inscrição : 11/07/2009

MensagemAssunto: A SECA É SOAR DE SINO NO CAMPANÁRIO DA MORTE - CORDEL   Qua Ago 12, 2009 5:07 am





A SECA É SOAR DE SINO
NOS CAMPANÁRIOS DA MORTE


O sertanejo, sedento,
sobre a seca faz vigília.
Sente a sina da família
só pelo sopro do vento.
Preso ao próprio pensamento,
quer da vida um passaporte
que da miséria os transporte
ao sortilégio sulino.
A seca é soar de sino
nos campanários da morte.

A pele é palha enrugada
igual às crestas do chão.
Os calos de cada mão
colam no cabo da enxada.
A visão de não ver nada
de nuvem no sul ou norte,
tem o sobrosso da sorte
malsinando o seu destino.
A seca é soar de sino
nos campanários da morte.

Casa de barro curtido
pela solama severa.
Triste tipo de tapera
sem posses nem possuído!
Pelo vento destruído,
o teto, de trança forte,
pendeu, perdeu o suporte,
ficou frágil, falho e fino.
A seca é soar de sino
nos campanários da morte.

As paredes carcomidas
desnudam seu desconforto.
Um fogão de fogo morto,
três panelas encardidas,
quatro redes estendidas
pelo chão, sem mais aporte.
Um pote seco. A consorte
cantando reza ao divino.
A seca é soar de sino
nos campanários da morte.

Seis filhos! Ventre bizarro
no corpo de cada um.
Comendo cardo e anum,
bocando bolos de barro,
regurgitando no escarro
o caulim que o corpo corte.
Antes que a vida os aborte,
vinde, Deus do Nordestino!
A seca é soar de sino
nos campanários da morte.


Odir, de passagem


Última edição por Odir, de passagem em Dom Out 11, 2009 2:33 am, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://oklima.net
herculano alencar
Amigo Prata
Amigo Prata


Data de inscrição : 16/07/2009
Localização : São Paulo

MensagemAssunto: Re: A SECA É SOAR DE SINO NO CAMPANÁRIO DA MORTE - CORDEL   Sab Out 10, 2009 11:19 pm

Um mote filosófico (filosofia de uma realidade ainda contemporânea) construído pelo verso magistral do grande Odir!

Aplausos e abraços,
Herculano
Voltar ao Topo Ir em baixo
Odir, de passagem
Amigo Prata
Amigo Prata
avatar

Data de inscrição : 11/07/2009

MensagemAssunto: Re: A SECA É SOAR DE SINO NO CAMPANÁRIO DA MORTE - CORDEL   Dom Out 11, 2009 2:38 am

Novamente vocês ressuscitam um poema meu, esquecido em um canto qualquer deixado por outros cantos maiores. Mas uma vez lhes estendo os braços de abraços, poetas ELAMER NETO e HERCULANO ALENCAR. Odir, agradecido, de passagem.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://oklima.net
fernando cunha lima
Amigo Prata
Amigo Prata


Data de inscrição : 10/07/2009
Localização : João Pessoa

MensagemAssunto: Re: A SECA É SOAR DE SINO NO CAMPANÁRIO DA MORTE - CORDEL   Dom Out 11, 2009 10:58 am

O poema estava preso
Sem saber aonde ir,
Até hoje ressurgir,
Me deixando leso e têso,
Só por lê-lo ou por ouvir,
Neste feliz arremesso
E nunca mais eu esqueço,
O poema do Odir.


BRAVO, BRAVO, BRAVO
Primo.
fernando clima.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Odir, de passagem
Amigo Prata
Amigo Prata
avatar

Data de inscrição : 11/07/2009

MensagemAssunto: Re: A SECA É SOAR DE SINO NO CAMPANÁRIO DA MORTE - CORDEL   Seg Out 12, 2009 8:45 pm

Nobre poeta Fernando,
que bom você me ter lido!
Eu já julgava perdido
o meu canto sem comando.
Mas ao ve-lo agora andando,
volta-me a mesma emoção
da nascença em minha mão
desse canto nordestino!
Redivivo o imagino,
meu poeta e primo-irmão!

Odir, agradecido, de passagem.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://oklima.net
Marli Franco
Amigo Diamante
Amigo Diamante


Data de inscrição : 03/07/2009
Localização : São Paulo - SP

MensagemAssunto: Re: A SECA É SOAR DE SINO NO CAMPANÁRIO DA MORTE - CORDEL   Sab Nov 28, 2009 8:18 am

Odir

Querido Poeta e Mestre hoje vim enriquecer meu aprendizado no cordel, maravilha esta tua criação .
Com a minha humilde leitura venho aqui aplaudir esta formosura de cordel.

Os meus aplausos caríssimo!

um beijo de violetas e meu carinho
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: A SECA É SOAR DE SINO NO CAMPANÁRIO DA MORTE - CORDEL   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
A SECA É SOAR DE SINO NO CAMPANÁRIO DA MORTE - CORDEL
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» [Resultado]XXII Torneio de Fotos Cloth Myth Revolution
» Dois motards portugueses morrem em Marrocos
» Morte na Marginal
» Andava a fugir à morte e nem sabia....
» [Venda] Diversos , Kit Pandoras e mini objects generais marinas Jackdo vol1 , Cabelo Shaka EX , Stands Obitsu

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
ESPAÇO CULTURAL PARA OS AMANTES DA POESIA  :: VARANDA POÉTICA :: CORDEL-
Ir para: